15 março, 2014

Resenha: Maze Runner - Correr ou Morrer


A resenha de hoje é da série de livros Maze Runner e que irá ter adaptação esse ano!

Título: Correr ou Morrer
Autor: James Dashner

Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho.
Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como
foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo.
Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

Desde o ano passado esse livro têm causado um certo burburinho, e eu tinha que checar, afinal, ia ter uma adaptação e eu queria ler antes de ver o filme. Resolvi pegar emprestado com um amigo, porque não sabia muito sobre o livro e resolvi não comprá-lo, já que não havia lido muitos livros thriller.

Devo confessar também que, quando li o que havia na orelha do livro: "evoca os mistérios da série Lost", fiquei curiosa, porque Lost é a minha série favorita (já vi três vezes) e tinha que me certificar que se não estavam fazendo uma comparação absurda.

Recomendo ler a série sem saber muito do que se trata, porque nada melhor do que se surpreender no decorrer da leitura. O começo do livro é bem interessante e instigante, ele consegue prender bastante o leitor, você fica muito curioso sobre praticamente tudo e eles não te dizem praticamente n-a-d-a o livro inteiro. Você fica pensando em desistir, mas ao mesmo tempo você sabe que não pode desistir, por que você quer saber todos os detalhes sobre o Labirinto, os Verdugos, a Transformação, o porquê deles estarem ali. Por que só meninos foram enviados? E por que, sem mais nem menos, uma menina foi enviada?! E várias outras coisas ~suspense~.

No começo não estava gostando muito por conta da narrativa, por ser em terceira pessoa - eu pensava que seria em primeira pessoa - mas conforme você vai lendo, vai se acostumando a narrativa de James Dashner. Adorei o fato de todos os garotos mais velhos ficarem brigando e mandando Thomas ficar "no seu lugar" quando ele resolve dar um de líder ou esperto, algo que não é muito comum. Gostei bastante dos personagens, as personalidade deles foram muito bem construídas!

Apesar do livro ser muito lento, ao mesmo ele consegue ser muito instigante e prender a atenção do leitor. Você pode estar achando o livro parado, mas ainda sim, ficará curioso sobre o mundo criado por James Dashner. Quando você menos perceber já estará criando várias teorias e não parará enquanto não terminar o livro. O final compensou toda a minha raiva, curiosidade e revolta com esse livro, foi muito legal e surpreendente. Se você está lendo esse livro e pensando em desistir, não desista!


3 comentários:

  1. Nossa amei sua resenha...quando eu terminar Dragões de Eter vou dar um jeito de arrumar um tempinho pra ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Vale muito a pena conferir.

      Excluir
  2. Maze Ruuner <3
    Li apenas o primeiro livro e me tornei fã. Ainda tenho "medo" de ler as continuações, sei lá, vai que estraga o amor, ou aumenta, né? :D hahaha
    Beijos, Diego.

    www.aculpaedovisconde.com

    ResponderExcluir

 
Feitas de Papel - 2014. Todos os direitos reservados. Criado por: Juliana Moreno.Tecnologia do Blogger. imagem-logo